Fã de Ducati cria uma bicicleta em homenagem à marca italiana

 
share
Victor Marinho, mais conhecido pelo apelido de DucDesmo (conjunto da abreviação de Ducati Desmodrômico) começou sua história de amor com a marca italiana de motocicletas em 1994. Ao entrar em uma concessionária na Itália, o rapaz ficou encantado com o que viu. Naquele momento colocou na cabeça que um dia teria uma moto Ducati. 

Levou algum tempo, mas há cerca de sete anos, o sonho do filho de portugueses, nascido na França, finalmente se realizou. Já morando no Brasil desde 1976, Duc entrou em uma loja de carros usados e se deparou com uma Monster 900 prata, ano 2001. Foi amor à primeira vista. Saiu de lá pilotando o modelo, adquirido na troca de outra moto.

Três anos mais tarde, em uma concessionária de São Paulo, encontrou uma Ducati 996 vermelha, ano 2002, que o fez balançar. Foram seis meses de muita insistência do vendedor, seguidos de uma reunião com o antigo proprietário da moto, para finalmente trocar sua Monster pela 996, modelo que está com ele até hoje. 

Após a aquisição da 996, Duc começou a frequentar os eventos da marca, participar do  clube que hoje é chamado de Ducati Clube de São Paulo (atualmente é secretário) e adquirir produtos, como capacetes, tênis, botas, jaquetas e camisetas, além de miniaturas de modelos Ducati. A adoração é tamanha que, no começo deste ano, fez até uma tatuagem com referências ao motor desmodrômico no braço direito.

A ideia da bicicleta surgiu após muita análise. “Eu já tinha visto na internet algumas bicicletas de outras marcas, mas notava que elas não continham a identidade da marca que elas representavam. Decidi, então, criar um protótipo de bicicleta Ducati, do zero”, conta Duc. No final de 2012, para celebrar os 20 do modelo 916, pegou uma bicicleta convencional e registrou as medidas do quadro para que o seu projeto não tivesse inconsistências na sua construção. Desenvolveu a geometria do guidão, banco e pedal. As únicas partes remanescentes do quadro original foram o pedivela e o tubo onde se encaixa o guidão, o canote. De resto, tudo foi projetado e construído por ele.

Duc criou uma réplica do famoso quadro de treliça Ducati para a bicicleta, com tubos de aço-carbono, subquadro traseiro, rodas e pneus com aro 28, marcha única e frenagem realizada no pedal. Trata-se de uma bicicleta fixa, como definem os ciclistas. “O sucesso e a repercussão foram tamanhas que já estou pensando em construir uma segunda unidade, porém mais completa, com sistema de marchas e freios à disco, para que possa ser utilizada com mais frequência”, finaliza Duc. 

 

Inscreva-se na newsletter e seja o primeiro a saber!

Ao digitar seu endereço de e-mail, você será informado sobre as novidades e promoções da Ducati. Você pode concluir seu cadastro a qualquer momento e criar seu perfil em Ducati.com para acessar todos os recursos.
Confirmo que li as informações elaboradas nos termos do art. 13 D.Lgs. 196/2003 e do texto anexo do art. 7 do Código de Privacidade e

concordo com o tratamento do meu endereço de e-mail para os fins nele indicados

Digite o seu endereço de email